Você está aqui: Página Inicial > Pró-Reitoria de Graduação - PROGRAD > Programas > Programa Institucional de Bolsa de Iniciação a Docência - PIBID
conteúdo

Programa Institucional de Bolsa de Iniciação a Docência - PIBID

publicado 03/02/2021 16h11, última modificação 29/06/2021 17h06

pibid

O que é

O Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência – PIBID, por meio do fomento da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES, constitui uma iniciativa que tem como propósito o aperfeiçoamento e valorização dos futuros professores que ainda estão em processo de formação inicial. O objetivo central do Programa é antecipar o vínculo entre os futuros mestres e as salas de aula da rede pública de ensino no período que corresponde à primeira metade dos cursos de licenciatura. Isso demonstra que o PIBID possui uma relevância impar na formação e práxis docente dos licenciandos que atuam no programa. Logo, o PIBID visa promover, através da concessão de bolsas, a articulação entre a educação superior (por meio dos discentes das licenciaturas participantes e professores que atuam nelas), e as escolas da Educação Básica (professores e alunos).
Na Unila o Programa existe desde 2012 e conta atualmente com 3 (três) subprojetos sendo desenvolvidos nas áreas de História, Língua Portuguesa e Química.

Como funciona

As Instituições de Ensino Superior (IES) são selecionadas por meio de edital público nacional elaborado pela CAPES. Desse modo, as IES interessadas apresentam projetos institucionais de iniciação à docência. Assim, cada IES pode enviar uma proposta que deve comportar subprojetos no âmbito de diferentes áreas relacionadas aos cursos de licenciatura que comporão o projeto institucional.

O Programa é desenvolvido em regime de colaboração entre as IES com as Secretarias Estaduais e Municipais de Educação, que celebram, formalmente, por meio de convênio, a participação dos bolsistas PIBID para atuarem, juntamente com um(a) supervisor(a) (professor ou professora da Educação Básica do Ensino Público de Ensino) da escola participante, atividades diversas relacionadas à área de formação dos licenciandos que com apoio e orientação do(a) professor(a) da escola desenvolve estratégias didático-pedagógicas para facilitar o processo de ensino e, sobretudo, a aprendizagem dos alunos que estão no ensino Fundamental II e Ensino Médio.

Os projetos institucionais de bolsa têm duração máxima de 18 meses, e os alunos de licenciatura selecionados em processo seletivo realizado pela Unila, precisam dedicar 32 (trinta e duas) horas mensais, às atividades programadas para execução no âmbito do PIBID.

Os PIBIDIANOS (discentes das licenciaturas) serão orientados pelos coordenadores de área responsáveis pelos subprojetos, e também pelos supervisores das escolas públicas. Algumas das atividades desenvolvidas são:

  • estudo do contexto educacional;

  • produção de materiais didáticos para uso durante o ensino remoto;

  • desenvolvimento de ações nos diferentes espaços escolares, como salas de aula, laboratórios, bibliotecas, a partir do diálogo e da articulação dos membros do programa, e destes com a comunidade escolar;

  • desenvolvimento de ações em outros espaços formativos físicos ou virtuais;

  • participação em atividades de planejamento e reuniões pedagógicas;

  • análise do processo de ensino e aprendizagem e seus conteúdos;

  • leitura e discussão de referenciais teóricos para a formação docente;

  • análise de casos e de práticas didático-pedagógicas em articulação com seus saberes sobre a escola e sobre a mediação didática dos conteúdos;

  • sistematização e registro das atividades realizadas no âmbito do subprojeto, com previsão de uma produção individual para cada discente.

  • entre inúmeras outras.

Quando acontece

O Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência acompanha o edital para submissão de projetos que é lançado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – Capes, e que é divulgado pela Prograd em cooperação com a Coordenação Institucional do programa na Unila.
O último edital PIBID-CAPES, foi lançado no início do primeiro semestre de 2020.

Qual a composição atual do PIBID-2020 da Unila?

O PIBID atual é composto por uma amálgama de professores de diferentes áreas de atuação:

  • Uma coordenação Institucional (Profa. Dra. Maria das Graças Cleophas). E-mail: maria.porto@unila.edu.br

  • Três coordenadores de área que estão vinculados aos cursos de licenciatura que possuem subprojetos em andamento. São eles:

- Prof. Dr. Eder Cristiano de Souza (Subprojeto História). E-mail: eder.souza@unila.edu.br

- Profa. Dra. Marileia Silva dos Reis (Subprojeto Letras). E-mail: marileia.reis@unila.edu.br

- Márcia Regina Becker (Subprojeto Química). E-mail: marcia.becker@unila.edu.br

  • Seis supervisores que atuam diretamente nas escolas de Educação Básica onde as ações do PIBID são desenvolvidas. São eles(elas):

- Prof. Gustavo Moreira Silva (Subprojeto História). Colégio Estadual Dr. Arnaldo Busatto. E-mail: gustavomoreira85@gmail.com

- Profa. Marilu Grassi (Subprojeto Letras). Colégio Estadual Presidente Costa e Silva. E-mail: adrianeliecheski010@gmail.com

- Profa. Elis Claudia Almeida de Jesus Padilha (Subprojeto Química). Colégio Estadual Gustavo Dobrandino da Silva. E-mail:profelisbio@hotmail.com

- Profa. Eduardo Henrique Arantes da Silve (Subprojeto Química). Colégio Estadual Barão do Rio Branco. E-mail: Eduardo.unila@gmail.com

  • Quarenta e oito discentes matriculados nos cursos de História – Licenciatura, Letras – Licenciatura, Química – Licenciatura e Licenciatura de Ciências da Natureza (LCN).

Relatórios

Saiba mais

Para saber mais acesse a página da CAPES sobre o programa:
https://www.gov.br/capes/pt-br/acesso-a-informacao/acoes-e-programas/educacao-basica/pibid

Editais

Os editais referentes ao Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) são publicados no Portal de Editais da Graduação, no site da Unila, no link: https://documentos.unila.edu.br/?combine=&field_tipo_tid=All&field__rg_o_respons_vel_tid=17&field_errata_value=All&items_per_page=100&order=changed&sort=desc

Documentos de apoio

Em breve

Repositório de atividades

Em breve

Redes Sociais

Em breve

Contato

E-mail: programa.pibid@unila.edu.br ou prograd@unila.edu.br ou maria.porto@unila.edu.br
Telefone: (45) 3522-9753

Perguntas Frequentes

1) Como faço para participar do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência?
R: É necessário acompanhar a publicação dos editais do PIBID que são divulgados pela Prograd-Unila. É por meio do processo de seleção conduzido por esses editais que ocorre o ingresso dos participantes no Programa em diferentes modalidades, a citar: coordenador(a) institucional; docentes coordenadores de área nos subprojetos dos cursos de licenciatura; professores supervisores na escola pública; e dos alunos bolsistas e voluntários que concluíram no máximo 50% da carga horária regimental do curso de licenciatura.

2) Quem pode participar como aluno bolsista?
R: Os discentes de licenciatura da UNILA que atendam aos seguintes requisitos:
- Estar regularmente matriculado no curso de licenciatura participante do Programa na área de um subprojeto;
- Ter cursado no máximo 50% do curso de licenciatura ao ingressar no programa (ou seja, o(a) discente deve estar na primeira metade do seu curso);
- Declarar ter condições de dedicar pelo menos 32 (trinta e duas) horas mensais para o desenvolvimento das atividades do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência - PIBID. 

3) Quais são as modalidades de bolsas do PIBID?
A CAPES oferece 5 modalidades de bolsa aos participantes do projeto institucional:

  1. Iniciação à docência – para estudantes de licenciatura das áreas abrangidas pelo subprojeto. Valor: 400,00 mensais.

  2. Supervisão – para professores de escolas públicas de educação básica que supervisionam, no mínimo, cinco e, no máximo, dez bolsistas da licenciatura. Valor: R$ 765,00 mensais.

  3. Coordenação de área – para professores da licenciatura que coordenam subprojetos. Valor: R$ 1.400,00 mensais.

  4. Coordenação institucional – para o professor da licenciatura que coordena o projeto PIBID na IES. Permitida a concessão de uma bolsa por projeto institucional. Valor: R$ 1.500,00.

4) Apenas bolsistas podem participar do Programa?
Não, o PIBID permite o ingresso de alunos voluntários, desde que haja editais em fluxo aberto. 

5) O que significam os seguintes termos referidos no Projeto: bolsista de iniciação à docência, professor supervisor, coordenador de área, coordenador institucional, Núcleo de iniciação à docência, Subprojeto?
São definições específicas do Programa:

  • Bolsista de iniciação à docência: discente que ao ingressar no programa tenha concluído menos de 50% da carga horária regimental de curso de licenciatura que integra o projeto institucional de iniciação à docência.

  • Professor supervisor: docente da escola de educação básica da rede pública de ensino que integra o projeto institucional de iniciação à docência, responsável por planejar, acompanhar e supervisionar as atividades dos estudantes de licenciatura nas escolas.

  • Coordenador de área: professor da IES responsável pelo planejamento e execução das atividades de iniciação à docência em sua área de atuação acadêmica, acompanhamento, orientação e avaliação dos estudantes de licenciatura e articulação com as escolas públicas parceiras.

  • Coordenador institucional: professor da IES responsável perante a CAPES por garantir e acompanhar o planejamento, a organização e a execução das atividades de iniciação à docência previstas no projeto institucional, zelando por sua unidade e qualidade.

  • Núcleo de iniciação à docência: grupo formado por 1 coordenador de área, 3 supervisores, 24 discentes bolsistas e até 6 discentes voluntários.

  • Subprojeto: núcleo ou conjunto de núcleos organizados por áreas de iniciação à docência, prioritárias e gerais, apoiadas pelo edital da CAPES. 

6) Quais são os objetivos específicos do PIBID?

  • Incentivar a formação de docentes em nível superior para a educação básica;

  • Contribuir para a valorização do magistério;

  • Elevar a qualidade da formação inicial dos professores nos cursos de licenciatura, promovendo a integração entre educação superior e educação básica;

  • Inserir os licenciandos no cotidiano de escolas da rede pública de educação, proporcionando-lhes oportunidades de criação e participação em experiências metodológicas, tecnológicas e práticas docentes de caráter inovador e interdisciplinar que busquem a superação de problemas identificados no processo de ensino-aprendizagem;

  • Incentivar escolas públicas de educação básica, mobilizando seus professores como coformadores dos futuros docentes e tornando-as protagonistas nos processos de formação inicial para o magistério;

  • Contribuir para a articulação entre teoria e prática necessárias à formação dos docentes, elevando a qualidade das ações acadêmicas nos cursos de licenciatura.