conteúdo

Estrutura Funcional

publicado 07/08/2019 17h05, última modificação 07/08/2019 17h05

A estrutura funcional da CTIC é composta pelas unidades: Divisão de Infraestrutura, Redes e Telefonia, Divisão de Serviços Corporativos e Segurança, Divisão de Sistemas, Divisão de Suporte Técnico. Seção de Administração do Parque de TI e Seção de Governança de TI.

Coordenadoria de Tecnologia de Informação e Comunicação - CTIC
A CTIC é o órgão da UNILA que provê soluções de TIC (Tecnologia da Informação e das Comunicações) ao corpo administrativo e acadêmico.
Atribuições
  • Coordenar as ações de TIC visando atender os objetivos estratégicos da Universidade.
  • Prover e gerir a infraestrutura de tecnologia da informação, telefonia e comunicação de dados da Universidade.
  • Prover e gerir os recursos de hardware e software da Universidade, exceto quando se tratarem de hardwares e softwares de Pesquisa Acadêmica, cujas características extrapolarem a competência técnica da TI.
  • Manter o parque de TIC da Universidade, estabelecendo padrões e garantindo a compatibilidade e integração entre os diversos recursos computacionais.
  • Dotar a universidade de sistemas informatizados de apoio à atividade administrativa e acadêmica.
  • Estabelecer normas e políticas de utilização dos recursos de TIC (Tecnologia da Informação e das Comunicações) da Universidade.
  • Prestar suporte e orientação técnica à comunidade universitária.
Divisão de Infraestrutura de Redes e Telefonia - DIRT
A DIRT é a divisão da CTIC responsável por manter, gerir e atualizar a infraestrutura de comunicação de dados e telefonia em toda a Universidade, bem como a conexão da rede da UNILA com a rede mundial de computadores (Internet) e outras redes de instituições parceiras.
Atribuições
  • Planejar e coordenar a instalação, manutenção e expansão da rede física de dados e voz, incluindo redes sem fio.
  • Corrigir defeitos de ordem lógica ou física nas redes de voz e dados.
  • Gerenciar a rede lógica e os serviços de rede, incluindo a configuração e a administração de switches, roteadores, access points e outros elementos ativos ou passivos.
  • Prover e administrar serviços de videoconferência.
  • Prospectar tecnologias, produtos e topologias de rede com vistas à atualização tecnológica permanente das redes de voz e dados.
  • Elaborar especificação técnica de produtos de hardware e software aplicados à área, com vistas à aquisição.
  • Aplicar personalizações possíveis aos aplicativos empregados na área, desenvolvendo novas funções ou modificando suas partes.
  • Monitorar o estado e o desempenho dos links de Internet.
  • Fazer interface com a RNP (Rede Nacional de Pesquisa) e outros provedores de serviços
Divisão de Serviços Corporativos e Segurança - DISEG
A DISEG é a divisão da CTIC responsável pela implantação, manutenção e operação dos equipamentos e sistemas centrais que dão suporte aos diversos serviços de rede prestados pela CTIC à comunidade universitária, bem como por zelar pela segurança dos dados e das informações institucionais.
Atribuições
  • Planejar e coordenar a instalação, manutenção e atualização de servidores corporativos e de seus respectivos serviços (sistemas operacionais, armazenamento, processamento, web e e­mail).
  • Monitorar o estado e o desempenho dos servidores corporativos, adotando estratégias de virtualização, clusterização e redundância para manter os serviços com alta disponibilidade, confiabilidade e escalabilidade.
  • Prospectar tecnologias, produtos e sistemas, tendo em vista a atualização tecnológica permanente dos servidores corporativos e de seus respectivos serviços.
  • Corrigir problemas que possam ocorrer quanto à disponibilidade de acesso a dados nos servidores de armazenamento, de aplicações corporativas e web.
  • Definir tecnologias e padrões de acesso a dados e serviços.
  • Administrar o acesso a dados e serviços corporativos de TIC, garantindo sua segurança e integridade.
  • Realizar estudos de desempenho, confiabilidade e disponibilidade geral dos servidores corporativos e seus serviços.
  • Identificar a necessidade de adequação de equipamentos e da configuração dos mesmos para a interligação interna das estações de trabalho e para a interligação da UNILA com redes científicas externas.
  • Especificar a infraestrutura física para acondicionamento ideal de servidores corporativos, garantindo, entre outras coisas, a segurança física para os equipamentos.
  • Identificar problemas em processos e equipamentos e encaminhá­los para suporte adequado, quando necessário.
  • Manter documentação da organização dos servidores corporativos e de seus respectivos serviços.
  • Elaborar especificação técnica especializada para a aquisição de novos servidores corporativos e equipamentos de processamento para suprir as demandas de serviços atuais e futuras.
  • Elaborar material de cunho instrutivo para a utilização dos serviços pelos usuários (docentes, discentes e demais servidores da UNILA).
  • Administrar cópias de segurança (backups) dos dados institucionais que estejam disponíveis nos servidores corporativos.
  • Administrar o firewall corporativo e outros dispositivos de segurança.
  • Elaborar e manter atualizada a Política de Segurança da Informação, fomentando a cultura de segurança na universidade e garantindo a segurança de dados na rede interna da UNILA.
  • Garantir acesso dos docentes, discentes e servidores administrativos aos sistemas e serviços de TIC a eles disponibilizados com garantia de autenticidade, integridade e privacidade do acesso.
Divisão de Sistemas - DISIS
A DISIS é a divisão da CTIC responsável por prover soluções de software (sistemas de informação, ferramentas de produtividade e aplicativos diversos) que apoiam a atividade administrativa e acadêmica
Atribuições
  • Identificar processos administrativos, processos acadêmicos e demais atividades nas quais a TIC pode atuar de forma positiva.
  • Pesquisar padrões, metodologias e abordagens de arquitetura na área de desenvolvimento de sistemas, estando sempre atento a novidades e melhorias que podem ser aplicadas nesse processo.
  • Manter uma arquitetura padrão para o desenvolvimento de sistemas na UNILA, visando o trabalho unificado e a padronização das tecnologias utilizadas. Agir igualmente no que diz respeito a arquiteturas e padrões de desenvolvimento com sistemas terceirizados ou desenvolvidos de forma colaborativa.
  • Realizar um controle de versão do código­fonte dos sistemas da UNILA, observando a correção de bugs (falhas), testes e atualizações. Planejar a execução dessas atividades e implantação dessas atualizações.
  • Mensurar tempo, custo e esforço no desenvolvimento/aquisição, implantação e manutenção de soluções de TIC.
  • Implantação e manutenção de sistemas de informação básicos da UNILA, aplicando a TIC como maneira de atuar nos processos administrativos, realizando­os, preferencialmente, por meio digital.
  • Relação com instituições parceiras e terceiros que estejam envolvidos com o desenvolvimento ou manutenção de sistemas de informação utilizados na UNILA.
  • Relação com usuários no que diz respeito à utilização dos sistemas (englobando treinamento, documentação, dúvidas e sugestões).
  • Prover soluções de apoio à decisão, através de ferramentas de business inteligence.
  • Buscar a evolução e a melhoria contínua dos sistemas sob sua gestão e suas tecnologias.
Divisão de Suporte Técnico - DISUT
A DISUT é a divisão de relacionamento da CTIC pois mantém contato mais direto com os usuários dos serviços de TIC, provendo equipamentos de uso individual e coletivo às diversas áreas da Universidade, e prestando orientação e suporte aos usuários finais.
Atribuições
  • Instalar e configurar software e hardware de acordo com as necessidades e dentro dos padrões estabelecidos pela UNILA.
  • Orientar os usuários quanto às funcionalidades, operacionalização e utilização de softwares de uso comum.
  • Atuar nas questões de desempenho, dimensionamento de capacidade e orientação técnica acerca de configurações de uso e ajustes especiais dos softwares e sistemas, em conformidade com necessidades de integração e operacionalização no ambiente computacional da UNILA.
  • Participar de projetos de arquitetura de software e de desenvolvimento de aplicações e artefatos, orientando a definição das melhores práticas e técnicas de utilização dos produtos desde o ponto de vista do usuário.
  • Analisar e dimensionar o impacto das mudanças e atualizações nos ambientes computacionais de usuários da UNILA (produção, teste, homologação, desenvolvimento).
  • Realizar planejamento e execução de atualizações, migrações e substituições de versões de software nos ambientes computacionais de usuários da UNILA (produção, homologação, teste, desenvolvimento).
  • Atuar nas questões de aquisição e suporte técnico de hardware e software de uso comum.
Seção de Administração do Parque de Tecnologia da Informação - SEATI
SEATI - A Seção de Administração do Parque de Tecnologia da Informação (SEATI) é a seção da CTIC responsável pela gestão administrativa do parque de TIC. Compete à SEATI:
Atribuições
  • Controlar o estoque de equipamentos de informática e periféricos.
  • Elaborar e monitorar o inventário de hardware e software da UNILA, bem como estabelecer procedimentos e propor normas de distribuição e movimentação dos bens patrimoniais.
  • Controlar e encaminhar faturas dos contratos de serviços de TIC.
  • Prestar apoio à fiscalização dos contratos de TIC.
  • Apoiar a instrução de processos de aquisição e contratação de TIC, protocolos e documentos oficiais.
  • Estabelecer normas e padrões de armazenamento e guarda dos equipamentos de TIC.

     

Seção de Governança de Tecnologia da Informação - SGTI
A SGTI é a seção da CTIC responsável pela orientação metodológica e normatização dos processos internos à TIC e dos canais de solicitação de serviços de TIC prestados à comunidade universitária.
Atribuições
  • Atuar como suporte da Coordenadoria de TIC e suas subdivisões na elaboração de políticas e processos internos.
  • Planejar, monitorar e dar suporte à implantação de processos e melhores práticas de governança de TIC, incluindo gerenciamento de serviços e projetos.
  • Apoiar a DISIS na elaboração e manutenção do processo de desenvolvimento de software, alinhado às estratégias de governança de TIC.
  • Prestar apoio à CTIC visando o alinhamento de suas ações ao planejamento estratégico da instituição.
  • Capacitar a equipe interna quanto aos processos de governança de TIC da Universidade.
  • Prover a coordenadoria de TIC de indicadores que possibilitem a mensuração dos serviços prestados, buscando a melhoria contínua e a gestão da qualidade.