Você está aqui: Página Inicial > Notícias da Gente > Acadêmica de Ciências Biológicas é campeã pan-americana de canoagem
conteúdo

Vida Universitária

Acadêmica de Ciências Biológicas é campeã pan-americana de canoagem

NOTÍCIAS DA GENTE

Poliana Sofia pretende seguir dedicando-se ao esporte, mas sempre conciliando com os estudos
publicado: 23/05/2019 17h30, última modificação: 23/05/2019 17h32

A estudante Poliana Sofia, do curso de Ciências Biológicas - Ecologia e Biodiversidade, pratica canoagem há seis anos. Atleta do Instituto Meninos do Lago (IMEL), a discente começou no esporte estimulada pelo irmão, que já praticava canoagem. Em abril, Poliana conquistou o resultado mais expressivo de sua carreira até o momento: foi medalha de ouro no Campeonato Pan-americano de Canoagem Slalom, na categoria C1 feminino júnior. O evento foi realizado na cidade de Três Coroas/RS. Em 2018, ela já havia alcançado a segunda colocação nos campeonatos Pan-americano e Sul-americano.

Poliana tem como objetivos, ainda para este ano: disputar o Campeonato Sul-americano, na Argentina, e participar como demo runner (atleta que demonstra a pista para os competidores) nos Jogos Pan-Americanos, que serão realizados de 26 de julho a 11 de agosto, em Lima (Peru). “Competindo, pude conhecer vários lugares que, se não fosse a canoagem, provavelmente eu não teria a oportunidade de conhecer”, afirma.

A atleta ingressou no curso de Ciências Biológicas da UNILA neste ano. “É o curso que eu sempre quis e é a área que eu quero atuar pro resto da minha vida. Quero seguir no esporte, mas sempre conciliando com os estudos”, ressalta Poliana, que treina três vezes por semana, sempre no período da manhã, nos horários livres de sua grade de aulas. Os treinamentos do IMEL acontecem no Canal da Piracema, em Itaipu.

Segundo ela, a canoagem é um esporte que incentiva muito que os atletas se dediquem também aos estudos. “No nosso projeto, os atletas que estão no ensino médio precisam apresentar o boletim todo bimestre. E esse acompanhamento acontece, também, com quem já está no ensino superior. Quando alguém apresenta um desempenho escolar abaixo do esperado, os treinadores diminuem a carga horária de treinos, para que o atleta possa dar mais atenção ao colégio ou à faculdade”, conta Poliana. “Acho esse tipo de iniciativa muito importante, pois, se você quer uma vida melhor, é imprescindível o foco nos estudos”, finaliza.

registrado em: