Você está aqui: Página Inicial > Pró-Reitoria de Extensão - PROEX > Comunicação Extensão > Minha História na Extensão > Minha História na Extensão - Agosto
conteúdo

Minha História na Extensão - Agosto

publicado 11/08/2022 14h25, última modificação 24/08/2022 17h00
Nesta edição conheça a trajetória da professora Andréia Moassab, Maria Elizabete Rambo e Lucas Ribeiro Mesquita

capa-minha-historia.jpeg


Minha História na extensão apresenta relatos de coordenadores, bolsistas, voluntários e membros da comunidade, resgatando as memórias de ações de extensão da UNILA. Será uma oportunidade de conhecer um pouco mais sobre as atividades desenvolvidas por esses projetos e a transformação dos envolvidos em todo processo de troca e de interação entre Universidade e comunidade. 

Em 2022 você pode conhecer a trajetória de alguns protagonistas dessas histórias. Confira!

Andréia Moassab

A professora Andréia Moassab é extensionista da UNILA desde o ano de 2012. Desde o início de suas atividades se preocupou em acolher e envolver os discentes nas demandas e nas interações com a comunidade. Ela conta que logo que entrou na Unila foi procurada pelos alunos a fim de concorrer a um edital de extensão e, desde lá, suas atividades como extensionista nunca cessaram. 

“Não é que eu vou na extensão e levo conhecimento para a comunidade, eu construo conhecimento junto com a comunidade”. 

 Leia mais sobre a experiência da professora extensionista Andréia Moassab no link.  

Links relacionados: Educação para o território e os Direitos HumanosArqui_áfricaArquiteturas afro-latinasDossiê.   

 

Maria Elizabete Rambo Kochhann

A professora Maria Elizabete começou sua trajetória na extensão na Universidade Estadual do Mato Grosso - UNEMAT, no ano de 2008. Quando chegou na UNILA, no final de 2020, continuou colocando seus esforços na extensão universitária, na intenção de envolver os alunos de ensino médio, de escolas públicas, fazendo com que se motivem a continuar estudando após o término do ensino médio. 

"Divulgar a universidade e divulgar a importância da motivação de continuarem com as luzinhas acesas para fazer um terceiro grau e ter esse diferencial na sua vida enquanto estudantes é a nossa missão".

Maria Elizabete tem uma longa história com a extensão universitária. Conheça sua trajetória.

Links relacionados: SIGAA

 

Lucas Ribeiro Mesquita

Lucas é professor adjunto do curso de Relações Internacionais e Integração da Unila, onde coordena o Núcleo de Pesquisa em Política Externa Latino-Americana (NUPELA), o Observatório da Democracia (ODEM), o projeto em cooperação com o Parlamento do Mercosul e o Projeto Incluir, primeiro projeto no Brasil para inclusão de grupos vulneráveis na pós-graduação em Relações Internacionais.

O docente conta que a extensão universitária sempre fez parte da sua vida, mesmo antes de entrar na graduação. Além disso, a extensão foi um ponto definidor na escola da sua profissão e carreira profissional.

“a extensão tem esse potencial justamente de articulação e de transposição da torre de marfim universitária, para o processo de chegar de fato na comunidade. A extensão quando é feita utilizando pesquisa e ensino, consegue ter um potencial muito grande na formação dos estudantes e da universidade. Ela tem um potencial de transformação muito grande”.

Leia mais sobre essa história

Links relacionados: Projeto Incluir; Observatório da Democracia.