Você está aqui: Página Inicial > Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis - PRAE > Assistência Estudantil > Suspensão dos Auxílios a Pedido do Discente
conteúdo

Suspensão dos Auxílios a Pedido do Discente

publicado 12/04/2021 11h02, última modificação 13/04/2021 09h11
Informações sobre o processo de suspensão

Todo estudante que recebe os auxílios da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (PRAE) tem o direito de solicitar a suspensão desses benefícios, nas seguintes condições:


1. Por Motivo de Tratamento de Saúde: quando o discente precisa trancar o curso, por um semestre ou mais, para realizar tratamento de saúde. Nesse caso, na secretaria acadêmica do curso, o discente inicia o processo de trancamento por Motivo de Saúde. Na sequência, o estudante solicita, ao Departamento de Atendimento à Saúde (DEAS/PRAE), a suspensão dos auxílios estudantis por um semestre, que pode se estender por mais semestres consecutivos.

2. Por Motivo de Trancamento do Curso: quando o discente deseja trancar o curso por outros motivos, pelo período de um semestre. Nesse caso, o discente dá início ao processo no SIGAA, dentro do prazo para trancamento de matrícula estipulado pela Pró-Reitoria de Graduação. Em seguida, o estudante solicita ao Departamento de Apoio ao Estudante (DEAE/PRAE) a suspensão dos auxílios estudantis por um semestre apenas, durante todo o curso.

Importante:
Em função da pandemia de Covid-19, a PRAE estabeleceu a Instrução Normativa N° 01/PRAE, que dispõe sobre a suspensão dos auxílios estudantis por motivo de Trancamento de Matrícula, durante o período de ensino remoto.

Art. 2º A suspensão dos auxílios a pedido do/da estudante, por motivo de trancamento de matrícula durante a pandemia, poderá se estender para além de 1 (um) semestre, com período máximo até o final do ensino remoto emergencial concomitante ao período de trancamento da matrícula.


Passo a passo para a suspensão do auxílio por motivo de trancamento:

1. realizar o trancamento da matrícula pelo SIGAA (Portal Discente > Solicitações > Trancamento Total de Curso);
2. encaminhar e-mail ao Departamento de Apoio ao Estudante (DEAE/PRAE) <> solicitando a suspensão dos auxílios;
3. o DEAE, por sua vez, irá orientar o/a estudante sobre as regras da suspensão e incluir, no SIGAA, o Formulário de Suspensão de Auxílios para que o/a estudante faça a assinatura digital;
4. após a assinatura do/da estudante no SIGAA, o DEAE encaminhará e-mail ao/à discente dando ciência do parecer sobre a suspensão, com cópia ao setor financeiro, que procederá com a suspensão do pagamento dos auxílios, e também com cópia à Divisão de Apoio Administrativo e Atendimento ao Público, que fará a mudança de status dos auxílios no SIGAA.

 

Observação:
No momento da reativação dos auxílios estudantis, a concessão poderá ser negada, quando:
1. o/a estudante não tiver realizado o processo de suspensão dos auxílios corretamente;
2. não houver disponibilidade orçamentária na PRAE.

 

Acesse a Instrução Normativa N° 01/PRAE