Você está aqui: Página Inicial > Secretaria de Comunicação Social - SECOM > Campanhas > Diversidade Linguística
conteúdo

Diversidade Linguística

publicado 12/01/2019 00h14, última modificação 12/01/2019 00h14
Nesta página, você encontra todo o conteúdo elaborado para a campanha “UNILA pela Diversidade Linguística”. Uma iniciativa da Secretaria de Comunicação Social (SECOM), com o objetivo de promover o respeito e a convivência entre os diferentes idiomas e culturas que transitam em nossa Instituição, e também fora dela. Para isso, uma equipe formada por profissionais de comunicação, estudantes e especialistas da área de Línguas elaborou uma série de materiais em distintos formatos, unindo esforços em torno de uma causa que atravessa todas as instâncias da Universidade.

 

 

 



 

 

Vídeos: A diversidade linguística também ocorre dentro de um mesmo idioma. Conheça algumas diferenças do espanhol com os hispanohablantes da UNILA! Os vídeos foram produzidos para a série "Diversidade Linguística", pelas extensionistas Adriana Quintana e Laura Hernandez Cely, como atividade do projeto de extensão "Creación de Material Digital", com o apoio da Secretaria de Comunicação Social da UNILA. Clique aqui e acesse.

"Conquistar" "Dinero" "Crispetas" "Discoteca"

 

Pesquisa: Na UNILA, alguns professores da área de Línguas desenvolvem pesquisas sobre a variedade linguística na Universidade. É o caso do projeto "Políticas e Realidades Linguísticas na UNILA", coordenado, desde o início de 2016, pela professora Bruna Macedo de Oliveira. O objetivo desse projeto de pesquisa é a realização de um diagnóstico das políticas e realidades linguísticas no interior da Universidade Federal da Integração Latino-Americana, tendo em vista, por um lado, o caráter plurilíngue de seu corpo discente e docente; e, por outro lado, a determinação do bilinguismo e do respeito ao multilinguismo como princípio institucional. Na mesma linha do bilinguismo, mas atrelada ao conjunto das escolas, também temos o projeto "A pesquisa sociolinguística para as escolas públicas do Programa Escolas Interculturais de Fronteira (PEIF)", da professora Francisca Paula Soares Maia. Inicialmente, esse projeto visou investigar, na comunidade escolar (alunos, docentes e corpo administrativo), qual a situação de uso das línguas da região, a partir da rica particularidade sociolinguística de Foz do Iguaçu. O objetivo foi levantar se há, nessas comunidades, situações de bilinguismo e, se sim, quais, em que situação e com quem são usadas. A pesquisa permitiu compreender os contatos que se dão entre diferentes línguas na Tríplice Fronteira, além de suprir a lacuna existente de uma descrição de enfoque sociolinguístico em torno do componente fonético-fonológico das línguas da região. 

 

Extensão: Com a finalidade de utilizar o ensino de idiomas como ferramenta para promoção da tolerância e do respeito à alteridade, são desenvolvidos, na UNILA, projetos de extensão na área de Línguas que são abertos a toda comunidade. Conheça alguns deles:

  • Haiti - Línguas e Cultura: A proposta deste projeto se dá por meio do ensino dos dois principais idiomas do Haiti: francês e crioulo haitiano. No curso, os alunos serão convidados a interagir com um tutor haitiano e, entre si, desenvolver gêneros textuais de uso cotidiano, bem como refletir sobre seus usos culturais, sempre em uma perspectiva intercultural, que valoriza a diversidade e promove a integração. 
  • Português para Estrangeiros em Foz do Iguaçu - Integração pela Diversidade: O projeto surgiu a partir da necessidade do ensino de português para estrangeiros que trabalham nesse município trifronteiriço e necessitam usar o português diariamente, tanto no trabalho quanto em outras atividades.
  • Cultura Guarani - Aspectos socioculturales, diversidad, lingüística y transmisión de saberes: Oferece curso de língua guarani todas as quartas-feiras, das 19h às 21h, na sala C215 do Jardim Universitário. Para outras informações, entre em contato pelo e-mail cursodeguarani2016@gmail.com.

 

La diversidad lingüística se relaciona a la existencia y convivencia de diversas lenguas en un ambiente multicultural de respeto.

¡Practique el bilingüismo y apoye la diversidad lingüística!

 

Revista Peabiru: O periódico cultural da Universidade também integrou-se à campanha, produzindo um artigo sobre o tema "UNILA pela Diversidade Linguística". O texto foi escrito por Jaqueline Azevedo, estudante do curso de Economia, Integração e Desenvolvimento. Segundo ela, "a linguagem pode ser um elemento de discriminação, mas também de resistência, visto que formas de preconceito nascem ou recriam-se pela linguagem, que, por sua vez, configura-se como uma forma de perpetuar discursos discriminatórios, mas que também os contradiz na subjetividade da fala em sua diversidade." Leia mais clicando aqui.

 

Un espacio para ser bilingüe no hay que tener, necesariamente, una población capaz de hablar y escribir perfectamente en dos lenguas. La diversidad lingüística se relaciona a la existencia y a la convivencia de diversas lenguas en un ambiente multicultural de respeto.

¡Aprendamos a convivir con las diferencias!


NotíciasUNILA pela Diversidadade 
Promover o respeito e a convivência entre os diferentes idiomas e culturas que transitam na UNILA, e também fora dela, é o objetivo da campanha "UNILA pela Diversidade Linguística", lançada nesta segunda-feira (17). Iniciativa da Secretaria de Comunicação Social (SECOM), com apoio de uma equipe formada por profissionais de comunicação, estudantes e especialistas da área de Línguas, a campanha é composta por diferentes materiais e formatos. Clique aqui e acesse.

 

Acesse aqui e leia a Unila Pela Diversidade na Mídia: Campanha da UNILA busca promover respeito aos diferentes idiomas e culturas. 

 

Realização: SECOM

Colaboradores: Jorgelina Tallei, Bruna Macedo de Oliveira, Adriana Quintana e Laura Hernandez Cely

 

Esta iniciativa faz parte da campanha guarda-chuva "UNILA pela Diversidade". Criada desde 2016 para contemplar assuntos referentes ao respeito às diversidades linguísticas, identitárias, sexuais, de gênero e culturais presentes em nossa universidade e no território de fronteira, onde estamos localizados. Desenvolvida com foco na colaboração e no amplo alcance, incluindo integrar pessoas, grupos identitários e minorias socioculturais da universidade e da cidade. “Unila Pela Diversidade” abriga uma variedade de linguagens, texto, vídeo, foto, e múltiplas mídias, entre meios impressos e online.