Você está aqui: Página Inicial > Institucional > História da UNILA
conteúdo

História da UNILA

publicado 27/10/2020 17h05, última modificação 27/10/2020 17h05

A Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA) foi criada em 12 de janeiro de 2010, pela Lei nº 12.189/2010, sendo um órgão de natureza jurídica autárquica, vinculado ao Ministério da Educação, com sede e foro na cidade de Foz do Iguaçu, Estado do Paraná.

A UNILA começou a ser estruturada em 2007, pela Comissão de Implantação, com a proposta de criação do Instituto Mercosul de Estudos Avançados (IMEA), em convênio com a Universidade Federal do Paraná (UFPR) e a Itaipu Binacional.

 

A Comissão de Implantação

A Comissão de Implantação da UNILA foi instituída pela SESu/MEC, por meio da Portaria nº 43 de 17 de janeiro de 2008.

À Comissão de Implantação foi atribuída a missão de “realizar estudos e atividades para o planejamento institucional, a organização da estrutura acadêmica e curricular e a administração de pessoal, patrimônio, orçamento e finanças, visando atender os objetivos do Projeto de Lei”, contando “com o apoio de especialistas, escolhidos por sua competência no âmbito latino-americano e internacional” e buscando “atuar em rede com as universidades brasileiras, em intercâmbio com as instituições universitárias dos demais países da América Latina e organismos de integração regional”.

Clique aqui para saber mais sobre a Comissão.

Acesse aqui os relatos, na íntegra, das 11 reuniões da Comissão de Implantação da UNILA.

Livro “A UNILA em construção”.

O resultado dos trabalhos da Comissão foi um Projeto de Lei propondo a criação da UNILA, uma universidade com vocação internacional, que contri­buiria para a integração latino-americana, com ênfase no Mercosul, por meio do conheci­mento humanístico, científico e tecnológico, e da cooperação solidária entre as instituições de ensino superior, organismos governamentais e internacionais.

Como uma prova inconteste do interesse da sociedade em criar uma universidade inovadora e voltada à integração latino-americana, o Projeto de Lei foi aprovado por unanimidade em todas as comissões por que passou, tanto na Câmara dos Deputados quanto no Senado Federal.

 

Sanção da lei

E, finalmente, no dia 12 de janeiro de 2010, a Lei nº 12.189 foi sancionada pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em cerimônia realizada em Brasília. Estava oficialmente criada a UNILA.

 

Nomeação do Reitor pro tempore

No dia 18 de março de 2010, designado pelo então Ministro da Educação, Fernando Haddad, toma posse o reitor pro tempore da UNILA, professor Hélgio Trindade. Na ocasião, o novo reitor reforçou o compromisso da Universidade com a América Latina, salientando a matriz transnacional e transdisciplinar da instituição.

 

Início das atividades acadêmicas

A UNILA, instalada provisoriamente no Parque Tecnológico Itaipu (PTI), em Foz do Iguaçu, iniciou suas atividades acadêmicas ainda em 2010, no dia 16 de agosto. Na ocasião, a Universidade já tinha cerca de 200 alunos oriundos do Brasil, Paraguai, Uruguai e Argentina, subdivididos em seis cursos de graduação.

Reitor Hélgio Trindade junto ao primeiro grupo de alunos, em 16 de agosto de 2010. (Foto: Caio Coronel/Itaipu Binacional)

 

Aula inaugural

No dia 2 de setembro de 2010, o então presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ministrou a Aula Inaugural da UNILA. Na oportunidade, mais de mil pessoas estiveram presentes no Cineteatro dos Barrageiros, localizado no Parque Tecnológico Itaipu (PTI).

Aula Inaugural com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (Foto: Ricardo Stuckert/Presidência da República)