Você está aqui: Página Inicial > Pró-Reitoria de Relações Internacionais - PROINT > Relações Internacionais
conteúdo

Relações Internacionais

publicado 08/12/2017 13h06, última modificação 12/01/2019 00h21
A UNILA mantém relações com instituições e organismos da comunidade internacional e latino-americana

A UNILA é uma universidade voltada para a América Latina e orientada pelo princípio da cooperação solidária. Esta vocação internacional está presente em todas as deliberações e propostas adotadas desde a fase prévia à sua aprovação pelo Congresso brasileiro. Ela impregna também toda a proposta pedagógica, seleção de professores, alunos e funcionários técnico-administrativos.

Para alcançar este objetivo, a UNILA mantém relações com instituições e organismos representativos da comunidade internacional e latino-americana, em especial, no âmbito social, político e acadêmico, valorizando os aspectos geopolíticos e estratégi­cos. Relações especiais foram estabelecidas com as seguintes contrapartes:

  • Espaço Comum de Educação Superior do Mercosul e Iberoamericano
  • Parlamento do Mercosul (e outros blocos)
  • União Européia e demais regiões (cooperação)
  • Agência Brasileira de Cooperação (ABC) e) Academias diplomáticas latino-americanas
  • Instituto Rio Branco
  • IPRI – Instituto de Pesquisa em Relações Internacionais
  • Instituições já existentes (ex. Mercocidades, Merco universidades e Fomerco)
  • Instâncias de Poder
  • Comunidade

 

Cooperação Solidária: Brasil e países da América Latina

O programa de cooperação solidária desenvolvido pela UNILA com seus parceiros tem os seguintes objetivos:
Realizar parcerias, convênios de cotutela (doutorado) e intercâmbios com universidades de reconhecida qualidade acadêmica no Brasil e outros continentes (pú­blicas e confessionais), desenvolvendo programas de mobilidade de docentes, estudantes e pesquisadores por um período determinado (ex. modelo “Eras­mus” europeu);

  • Acolher estudantes do PEC-G e do PEC-PG, inclusive de países caribenhos não-latinos, interessados em estudar na UNILA;
  • Desenvolver cooperação científica, prioritariamente com estabelecimentos de ensino superior da região Trinacional, com os principais centros de pesquisa do Brasil e de outros continentes (África, etc.), formando redes de pesquisa com o objetivo de promover a articulação acadê­mico-científica, favorecer os avanços tecnológicos e científicos e a geração de soluções para problemas comuns;
  • Integrar-se em rede com as universidades brasileiras que dediquem esforço teórico ao processo de integração, desenvolvendo vínculos relacionais perma­nentes ou temporários;
  • Criar e fortalecer espaços de educação superior, abertos e compartilhados, sem perder de vista o respeito à diversidade e às especificidades dos sistemas de educação superior de cada país;
  • Realizar trabalho compartilhado com instâncias de administração/gestão lo­cal e regional (Itaipu, Prefeitura, Governo, etc.) de forma a criar/oferecer um ambiente receptivo e acolhedor aos alunos e professores da UNILA;
  • Promover conjuntamente, Fórum Anual Internacional, para discutir problemas comuns da AL, convidando nomes de referência na cultura mundial;
  • Participar de programas de cooperação técnica prestadas a países em desenvolvimento e/ou recebida de países desenvolvidos;
  • Estruturar programas e políticas para a América do Sul, cuidando com a even­tual força hegemônica brasileira, através da cooperação Sul-Sul.