Você está aqui: Página Inicial > Notícias > UNILA é contemplada em edital "PARFOR Equidade" para oferta de curso em educação intercultural indígena
conteúdo

Ensino

UNILA é contemplada em edital "PARFOR Equidade" para oferta de curso em educação intercultural indígena

A UNILA foi contemplada em edital do Programa Nacional de Fomento à Equidade na Formação de Professores da Educação Básica (Parfor Equidade) para oferta de uma turma única em de curso de graduação em "Licenciatura Intercultural Guarani no território Yvy Mbyte"
publicado: 26/03/2024 17h03, última modificação: 11/07/2024 12h59

O programa, lançado pelo Ministério da Educação (MEC) e a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), tem como objetivo formar professores e pedagogos para o atendimento das redes públicas ou comunitárias que ofereçam educação escolar indígena, quilombola e do campo, educação especial inclusiva e educação bilíngue de surdos, em consonância com as Diretrizes Curriculares específicas de cada grupo. Para a implantação dos cursos de formação, o programa lançou edital de fomento para custeio às Instituições de Educação Superior. Este fomento é destinado para a implantação de uma única turma para o curso, e prevê recursos para pagamento de bolsas a todos os envolvidos, como coordenador institucional, coordenador de curso, professores e estudantes, além de recurso para custeio durante o tempo de vigência do curso previsto em PPC.

Submetida no Edital Conjunto nº 23/2023/SECADI/MEC/CAPES, a aprovação do curso de graduação em Licenciatura Intercultural Guarani no território Yvy Mbyte faz parte das iniciativas conduzidas pela UNILA, por meio da pró-reitoria de graduação - PROGRAD, para inclusão da universidade nas políticas de

Educação Escolar Indígena. Alinhado à missão da UNILA, curso foi desenhado também para atendimento dos critérios exigidos por essas políticas de formação de professores indígenas, implementadas pela Diretoria de Educação Escolar Indígena da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização de Jovens e Adultos, Diversidade e Inclusão (Secadi), do Ministério da Educação (MEC). O PPC do curso foi aprovado pela COSUEN, a partir da DECISÃO Nº 2/2024/COSUEN.

O curso de Licenciatura Intercultural Guarani no território Yvy Mbyte será destinado ao Povo Guarani que vive na região do Yvy Mbyté (centro do território Guarani) área de influência do Paraná Rembe`y (moradores nas margens do rio Paraná), abrangendo o Oeste do Paraná (município de Guaíra, Terra Roxa, Santa Helena, Itaipulândia, São Miguel do Iguaçu e Diamante D`Oeste); leste do Paraguai (departamento do Alto Paraná e Canindeyú); nordeste Argentino (província de Misiones). No total, serão ofertadas 30 vagas, para estudantes oriundos do Brasil, Paraguai e Argentina. 

Segundo Antonio Machado Felisberto Júnior, pró-reitor de graduação, o mínimo de 50% das vagas deste curso devem ser destinadas a professores da rede pública da educação básica e/ou das redes de formação por alternância nos três países, e que já atuem na área do curso sem possuir a formação adequada, dando-se preferência àqueles que são indígenas. As vagas remanescentes do curso poderão ser destinadas ao público da demanda social, por meio de processo seletivo a ser realizado pela UNILA, conforme legislação vigente e políticas institucionais de ações afirmativas para ingresso nos cursos de graduação.

A pró-reitoria de graduação, unidade responsável pela coordenação do PARFOR Equidade na UNILA, publicará os editais para compor a equipe do curso, com seleção de coordenação institucional, coordenação local, professores e estudantes.