Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Mestrado em Políticas Públicas e Desenvolvimento oferta 20 vagas gratuitas
conteúdo

Processo Seletivo

Mestrado em Políticas Públicas e Desenvolvimento oferta 20 vagas gratuitas

Processo seletivo de alunos regulares recebe inscrições de 2 de setembro a 2 de outubro
publicado: 27/07/2018 13h37, última modificação: 12/01/2019 00h18

O Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas e Desenvolvimento (PPGPPD), da UNILA, oferta até 20 vagas para alunos regulares, com ingresso para o primeiro semestre de 2019. As inscrições serão entre os dias 2 de setembro e 2 de outubro, exclusivamente pela internet, via Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA). O processo seletivo destina-se a candidatos que concluíram a graduação em qualquer área do conhecimento. Serão ofertadas até 10 vagas para cada uma das linhas de pesquisa do programa: Estratégias de Desenvolvimento; e Políticas Públicas e Sociedade. As inscrições e o curso são gratuitos.

No SIGAA, o candidato deve anexar todos os documentos exigidos em edital, em português ou em espanhol. A seleção consta de três fases, sendo a primeira eliminatória e classificatória, com análise do projeto de pesquisa. A segunda e a terceira fase são de caráter classificatório, incluindo nesse processo, respectivamente, análise de currículo e entrevista a distância com os classificados. O resultado final da seleção será divulgado no dia 18 de dezembro e as aulas iniciam-se em março de 2019.

Mestrado 

A concentração do programa é em Políticas Públicas de Desenvolvimento na América Latina e gira em torno da necessidade de explorar questões relativas ao papel do Estado e das políticas públicas diante dos grandes desafios da sociedade contemporânea, de auxiliar na solução dos desequilíbrios sociais e regionais existentes na América Latina. Nesse sentido, a concentração nessa área permite contribuir para a resolução de problemas ligados à prática ineficaz de políticas públicas, sobretudo em seus processos de elaboração e implantação, bem como nos resultados e formas de exercício do poder político.