Você está aqui: Página Inicial > Notícias > UNILA lança seleções de estudantes voltadas para refugiados e indígenas
conteúdo

Processo Seletivo

UNILA lança seleções de estudantes voltadas para refugiados e indígenas

Inscrições para as duas modalidades são gratuitas, on-line e podem ser realizadas até 26 de agosto
publicado: 25/07/2018 17h18, última modificação: 12/01/2019 00h18
Processo seletivo de estudantes refugiados e portadores de visto humanitário e indígenas

Processo seletivo de estudantes refugiados e portadores de visto humanitário e indígenas

Processo seletivo de estudantes refugiados e portadores de visto humanitário e indígenasA Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA) lançou, nesta semana, duas novas modalidades de ingresso nos cursos de graduação. Uma seleção é voltada para estudantes refugiados e portadores de visto humanitário de qualquer nacionalidade e que já residam no Brasil. A outra é destinada a estudantes indígenas do Brasil e de outros nove países da América do Sul.

Os editais foram lançados conjuntamente entre as pró-reitorias de Graduação, Assuntos Estudantis, Relações Institucionais e Internacionais e a Reitoria. Para as duas modalidades, as inscrições são gratuitas, on-line e devem ser realizadas até 26 de agosto. Os candidatos devem ter concluído o ensino médio e ter, no mínimo, 18 anos até o dia 15 de fevereiro de 2019. No momento da inscrição, é necessário anexar, em formato PDF, os documentos pessoais e escolares exigidos pelos editais.

Após serem convocados e matriculados, os estudantes selecionados poderão solicitar os auxílios estudantis do Programa de Assistência Estudantil da UNILA. O quantitativo de vagas para os auxílios de moradia, alimentação e transporte dependerá da disponibilidade orçamentária da Universidade para 2019.

Confira os critérios de cada um dos processos seletivos:

Refugiados e portadores de visto humanitário

O edital que regulamenta o processo de seleção para refugiados e portadores de visto humanitário oferta 29 vagas, uma em cada curso de graduação, para ingresso no ano letivo de 2019. Podem participar desta seleção candidatos que tenham status de refugiado, sejam solicitantes de refúgio ou portadores de visto humanitário reconhecido no Brasil. Para participar desta seleção, a UNILA exige que os candidatos morem há mais de seis meses no Brasil ou em outro país latino-americano ou, ainda, apresentem certificado de proficiência em língua portuguesa.  

As inscrições estão abertas até o dia 26 de agosto e devem ser realizadas por meio de formulário eletrônico. No momento da inscrição, o candidato deverá escolher três opções de curso. De acordo com o cronograma, a primeira chamada será publicada no dia 2 de outubro. Os candidatos classificados nessa chamada terão de 2 a 8 de outubro para confirmar o interesse na vaga.

Seleção de indígenas

Pela primeira vez, a UNILA realiza uma seleção voltada para estudantes que fazem parte de povos indígenas aldeados. Podem participar da seleção candidatos do Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Uruguai, Venezuela, Paraguai, Equador e Peru. Entre os documentos que deverão ser anexados no momento da inscrição está uma declaração de pertencimento do candidato a uma comunidade indígena, assinada pelas lideranças. O modelo desse documento está disponível no edital (anexo II).

Todas as informações sobre a seleção de alunos indígenas estão no Edital 02/2018. As inscrições devem ser realizadas até 26 de agosto via formulário eletrônico. Estão previstas vagas nos 29 cursos de graduação da UNILA.

Para mais informações sobre a seleção de refugiados ou de estudantes indígenas, entre em contato pelo e-mail seleccion.al@unila.edu.br.