Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Mestrado em Biodiversidade Neotropical recebe inscrições até 28 de outubro
conteúdo

Processo Seletivo

Mestrado em Biodiversidade Neotropical recebe inscrições até 28 de outubro

São oferecidas 23 vagas e o início das aulas está programado para março de 2019; inscrição e curso são gratuitos
publicado: 17/09/2018 00h00, última modificação: 12/01/2019 00h19
Mestrado em Biodiversidade Neotropical

Mestrado em Biodiversidade Neotropical

O mestrado em Biodiversidade Neotropical recebe inscrições para alunos regulares entre 18 de setembro e 28 de outubro. São oferecidas 23 vagas e o início das aulas está programado para março de 2019. Inscrições e curso são gratuitos.

Mestrado em Biodiversidade NeotropicalAs inscrições para o processo seletivo deverão ser realizadas exclusivamente pelo Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas, no site da UNILA. O candidato deverá anexar toda a documentação exigida, incluindo a carta de aceite de um orientador credenciado. Na página do mestrado, é possível acessar a lista de docentes com suas respectivas linhas de pesquisa. As vagas por orientador e demais informações sobre o processo estão disponíveis no edital.

A seleção inclui análise da formação e produção do candidato, e duas provas escritas. A primeira, eliminatória, é uma prova de leitura e compreensão de textos de divulgação científica ou artigo científico, em inglês, relacionados à área de conhecimento do Programa. Na outra prova escrita (eliminatória e classificatória), o candidato deverá atestar seus conhecimentos sobre ecologia, sistemática biológica e evolução. As provas serão realizadas nos dias 22 e 23 de novembro. Para ser aprovado, o candidato precisa obter nota igual ou superior a 5,0 nas duas provas.

O resultado preliminar será publicado até 8 de dezembro e o resultado final, até 15 de dezembro. Os candidatos aprovados, mas não classificados, ficarão em lista de espera.

O Programa

O Programa de Pós-Graduação em Biodiversidade Neotropical da UNILA busca capacitar os estudantes para a descrição da biodiversidade e a realização de pesquisas “visando o entendimento de suas relações ecológicas e evolutivas, bem como de suas interações com os seres humanos, por meio de diferentes abordagens, escalas espaciais de análises e perspectivas”.

Além das aulas teóricas, que têm o objetivo de levar o aluno a aprofundar conceitos e metodologias, o Programa oferece experiência prática em campo, elaboração de projetos de pesquisa, delineamento amostral e experimental, análise e tratamento de dados.

O Programa está organizado em duas linhas de pesquisa: Ecologia; e Sistemática e Evolução. Leia mais sobre o Programa.