Você está aqui: Página Inicial > Notícias > UNILA e instituições ligadas à ciência no Paraná se mobilizam pela vacinação contra a Covid-19
conteúdo

Institucional

UNILA e instituições ligadas à ciência no Paraná se mobilizam pela vacinação contra a Covid-19

No momento em que o Estado inicia a imunização, a proposta é combater a pandemia com informação de qualidade
publicado: 27/01/2021 16h52, última modificação: 27/01/2021 16h52

A UNILA e outras 14 instituições ligadas à ciência no Paraná aderiram a uma campanha de conscientização e mobilização para a vacinação contra a Covid-19 na região Sul do País. Além da UNILA, representantes das sete universidades estaduais do Paraná, da UFPR, UTFPR, UFFS, PUC-PR, do IFPR, da FUNPAR, da Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti) e da Fundação Araucária, querem, além de incentivar a população a aderir à imunização, também combater as fake news sobre o assunto.

“No momento em que o Brasil inicia a imunização contra a Covid-19, a proposta é combater a pandemia com informação de qualidade. Este é o momento que a ciência trabalhou incansavelmente para que chegasse, que é a imunização da população. Queremos incentivar as pessoas a confiarem na ciência e na eficácia e segurança da vacina”, ressaltou Ramiro Wahrhaftig, presidente da Fundação Araucária, entidade que mobilizou a campanha.

Entre as principais ações da campanha, estão previstos vídeos e entrevistas com pesquisadores e formadores de opinião, para enfatizar a importância da vacinação na erradicação da pandemia de Covid-19 e conclamar a todos para que confiem na ciência e nas vacinas.

A primeira iniciativa nesse sentido partiu da Fundação de Apoio à Pesquisa de São Paulo (Fapesp). A campanha ganhou apoio do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e teve adesão das FAPs, entre elas a FA do Paraná.

O superintendente da Seti, Aldo Nelson Bona, comentou o problema causado pela desinformação e pela disseminação de informações falsas sobre a vacina. “Esclarecer a população sobre a importância do processo de vacinação é extremamente relevante, considerando a divulgação de informações falsas nas redes sociais e na internet. Precisamos deixar muito claro os benefícios da imunização, tanto para o individual quanto para o coletivo, além de alertar para o risco de dar atenção às informações falsas”, destacou.

registrado em: , ,