Você está aqui: Página Inicial > Notícias > UNILA cria Programa Permanente de Línguas para a comunidade
conteúdo

Institucional

UNILA cria Programa Permanente de Línguas para a comunidade

A proposta reúne projetos de cursos e de formação, para criar ações e calendários conjuntos
publicado: 27/06/2018 00h00, última modificação: 22/01/2019 10h54

Foto de estudantes do curso de idioma alemão - projeto de extensão da UNILAOs projetos de extensão da UNILA que envolvem cursos de idiomas ganham um espaço de diálogo e fortalecimento a partir da instituição do “Programa Permanente de Línguas para a comunidade: ensino e formação para integração”. Além da valorização dos diversos idiomas falados na Universidade, a proposta visa criar ações e calendário conjuntos e contribuir para a formação discente e de professores.

“O Programa de Línguas fundamenta e reforça a missão e os pilares da UNILA – plurilinguismo, interculturalidade e integração. Ele também fortalece a importância do aprendizado dos diversos idiomas, que vão além do português e do espanhol e estão presentes por meio dos estudantes. Como trabalhamos o ensino da língua a partir da cultura do outro, o Programa trabalha também com questões de cidadania, empatia e respeito à diversidade cultural”, contextualiza a coordenadora do Programa Permanente de Línguas, Jorgelina Tallei.

Três eixos de trabalho compõem o Programa: oferta de cursos de línguas para a comunidade; criação de campo de estágios para discentes de licenciatura em Letras da UNILA; e formação de professores de escolas municipais em projetos como Formação e Pedagogia Intercultural, que visam valorizar as diferenças e criar estratégias interculturais para o trabalho com estudantes estrangeiros nas escolas.

Programas na UNILA

Além do Programa Permanente de Línguas, outros programas – em áreas como Música e Meio Ambiente – estão em fase de criação, com a proposta de articular os projetos de extensão e reforçar o caráter mais permanente de suas ações, em diálogo com a comunidade. Segundo a pró-reitora de Extensão da UNILA, Maria Eta Vieira, essa articulação fortalece os projetos em aspectos como captação de verbas e melhorias das condições de trabalho.

“São meios para fazer uma atuação mais efetiva na comunidade de Foz do Iguaçu e região. A formação dos programas também contribui para trabalhar a indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão, e a curricularização das atividades de extensão, que envolvem maior comprometimento dos estudantes com a relação transformadora na comunidade”, destaca.

Com o objetivo de fomentar a criação de programas de extensão, com início em agosto deste ano, a Pró-Reitoria de Extensão abriu uma chamada pública que busca, ainda, consolidar instrumentos e fluxos de aprovação, acompanhamento e avaliação dos programas (confira aqui o edital da chamada)

registrado em: , , ,