Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Ação conjunta na tríplice fronteira marca Dia Mundial de Luta contra a Aids
conteúdo

Extensão

Ação conjunta na tríplice fronteira marca Dia Mundial de Luta contra a Aids

Atividade ocorrerá em frente ao Zoológico Bosque Guarani, neste sábado (1º); serão ofertados testes rápidos de HIV e sífilis
publicado: 28/11/2018 14h31, última modificação: 12/01/2019 00h19
Atividade será realizada em frente ao Bosque Guarani

Atividade será realizada em frente ao Bosque Guarani

No próximo sábado (1º), Dia Mundial de Luta contra a Aids, será realizada, em Foz do Iguaçu, uma ação que ofertará testes rápidos para diagnóstico de HIV e sífilis, além da distribuição de materiais informativos e de orientação sobre prevenção. A campanha é uma iniciativa da UNILA, do Grupo de Trabalho para Integração das Ações de Saúde (GT Itaipu Saúde) e da Secretaria Municipal de Saúde, e será em frente ao Zoológico Bosque Guarani, das 8h às 16h. Neste ano, a ação será realizada de forma simultânea em Puerto Iguazú (Argentina) e Ciudad del Este (Paraguai). O lançamento da campanha está marcado para sexta-feira, às 15h, no Marco das Três Fronteiras de Foz, com a presença de autoridades dos três países.

Atividade será realizada em frente ao Bosque GuaraniOs testes rápidos - realizados gratuitamente - são feitos a partir de pequena amostra de sangue, e os resultados saem, em média, após 40 minutos. “Em caso de diagnóstico positivo, o paciente terá toda a orientação e será encaminhado ao Serviço de Assistência Especializada (SAE) para realizar o tratamento. Os testes são confiáveis e têm alta efetividade para o diagnóstico. Além disso, o sigilo é total”, explica Wilma Campos Arze, professora da UNILA e uma das organizadoras da campanha.

Os estudantes do curso de Medicina da UNILA também irão participar das atividades – por meio dos projetos de extensão “Eternizar-te” e “Pequenas Ações Salvam Vidas” - com orientações à população sobre a prevenção de infecções sexualmente transmissíveis e realização de treinamento em suporte básico de vida. “Para os alunos, sair da sala de aula e conversar com o paciente em um ambiente informal é uma oportunidade para desenvolver habilidades de comunicação, ‘traduzindo’ a linguagem científica para informações relevantes e úteis ao paciente, de um jeito que se torne significativo para ele”, afirma Geíza Hein, estudante do curso de Medicina.

A campanha tem como apoiadores, ainda, entidades de saúde do Paraguai e Argentina, 9ª Regional de Saúde e Marco das Três Fronteiras.

Dados

De 1988 a outubro de 2018, foram contabilizados 3.198 casos de HIV/Aids nos nove municípios de abrangência da 9ª Regional de Saúde. Em Foz do Iguaçu, de 2015 a 2018, foram registrados 387 casos, sendo 77% deles em homens, a maior parte na faixa etária de 20 a 34 anos. Somente de janeiro a agosto deste ano, o programa IST/Aids contabilizou 191 casos de HIV no município. Destes, 83 transferidos, ou seja, de pessoas que vieram de outras cidades e hoje fazem o tratamento em Foz do Iguaçu.

Dia Mundial

Em 2018, estão sendo comemorados os 30 anos do Dia Mundial de Luta contra a Aids. A data foi instituída pela Assembleia Geral da ONU e pela Organização Mundial de Saúde em outubro de 1988, cinco anos após a descoberta do HIV, vírus causador da Aids. Quando da instituição da data, 65 mil pessoas já tinham sido diagnosticadas com o vírus, e 38 mil já haviam falecido.

Com informações da PMFI