Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Semana da Consciência Negra será entre os dias 20 e 24 de novembro
conteúdo

Institucional

Semana da Consciência Negra será entre os dias 20 e 24 de novembro

Compõem a programação atividades acadêmicas, artístico-culturais, mesas de discussão e uma feira
publicado: 14/11/2019 13h49, última modificação: 14/11/2019 14h53

Atividades acadêmicas, artístico-culturais, mesas de discussão e uma feira marcam a nona edição da Semana da Consciência Negra na UNILA. O evento visa fomentar um espaço de discussão por meio da inserção dessas atividades no calendário acadêmico e da cidade de Foz do Iguaçu, visibilizando ações e instrumentos de luta contra o racismo e todas as formas de discriminação.

O evento possui como um dos principais objetivos estimular o debate étnico-racial de forma interdisciplinar, interinstitucional, transversal e na relação direta com a comunidade externa para o enfrentamento ao racismo”, contextualiza Angela Maria de Souza, professora de Antropologia da UNILA e uma das organizadoras do evento.

Ela pontua, ainda, que a Semana também é um espaço de fortalecimento da implementação das Leis 10.639/03 e 11.645/08, que estabelecem a inclusão nos currículos, de forma transversal e contínua, de conteúdos sobre cultura e história africana, afro-brasileira e indígena, nos espaços de educação, principalmente em escolas, colégios e universidades.

Este ano, as atividades estão sendo realizadas em parceria com o Conselho de Promoção da Igualdade Racial de Foz do Iguaçu, o Instituto Federal do Paraná (IFPR), o Afoxé Ogun Funmilayó, o Maracatu Kaburé, a Asociación Afrodescendiente – grupo paraguaio San Baltazar de Kamba Kua, a Secretaria Extraordinária dos Direitos Humanos e Relações com a Comunidade, a Fundação Cultural e a SESUNILA – Seção Sindical do Andes.

Programação

As ações da Semana na UNILA integram um conjunto de atividades do mês da Consciência Negra em Foz do Iguaçu, que começaram no dia 5 de novembro, com o Conselho de Promoção da Igualdade Racial.

Entre as atividades da  Semana, haverá uma conversa (virtual) com Virgelina Chará, que irá mostrar o importante trabalho que realiza sobre memória junto ao Acordo de Paz na Colômbia. Também será realizada uma discussão sobre “Ações afirmativas: bancas de heteroidentificação”, com a docente Georgina Lima Nunes, da Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Essas atividades acontecem na próxima quinta-feira (21), na UNILA - Jardim Universitário.

Compõem ainda a programação a mesa de debates sobre Juventudes Negras, composta por estudantes negros, na sexta-feira (22); e uma exposição fotográfica de Mayeli Vilalba (Paraguai), Eliana Del Rosario (República Dominicana), Aline Torres e Marcos Oliveira, de Foz do Iguaçu. A exposição fica na UNILA entre os dias 20 e 23 de novembro.

No encerramento da Semana, no dia 24, ocorre a Feira da Consciência Negra da Vila C.

Para mais informações, acesse a página do evento.

registrado em: , , ,