Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Mestrado em Integração Contemporânea da América Latina prorroga inscrições até 24 de outubro
conteúdo

Processo Seletivo

Mestrado em Integração Contemporânea da América Latina prorroga inscrições até 24 de outubro

O processo seletivo destina-se a graduados preferencialmente nas áreas de Ciências Humanas, Ciências Sociais e Ciências Sociais Aplicadas
publicado: 11/10/2019 14h47, última modificação: 11/10/2019 14h59

O mestrado em Integração Contemporânea da América Latina prorrogou até o dia 24 de outubro a inscrição no processo seletivo de aluno regular, para ingresso no primeiro semestre de 2020. O candidato deve realizar inscrição por meio do Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA) da UNILA.

No total, estão sendo ofertadas 28 vagas, sendo pelo menos quatro delas destinadas à política de acesso afirmativo. O processo seletivo destina-se a candidatos que concluíram a graduação preferencialmente nas áreas de Ciências Humanas, Ciências Sociais e Ciências Sociais Aplicadas. Também será aceita eventual candidatura justificada de graduados em outras áreas do conhecimento.

A seleção consta de duas fases, ambas de caráter eliminatório e classificatório. A primeira fase inclui análise de projeto de pesquisa e a segunda, uma entrevista on-line via Skype entre os dias 19 e 21 de novembro. O resultado final será divulgado no dia 6 de dezembro.

Dúvidas sobre o processo seletivo podem ser esclarecidas pelo e-mail secretaria.ppgical@unila.edu.br ou pelo telefone +55 (45) 3576-7359.

  •  Confira aqui o edital do processo seletivo.

PPGICAL

O Programa de Pós-Graduação em Integração Contemporânea da América Latina (PPGICAL) tem como finalidade a formação de profissionais comprometidos com a realidade política e social latino-americana, em especial com a integração política, social, econômica e cultural da região.

O mestrado possui quatro linhas de pesquisa: Cultura, colonialidade/decolonialidade e movimentos sociais; Economia política internacional e blocos regionais; Geopolítica, fronteiras e regionalização; e Política, Estado e Institucionalização.

Para mais informações sobre o mestrado, acesse a página do Programa.